Online: 278
 
Povo de Deus: É hora de acordar do sono !
( 24.283 visitas )
por Harold Walker*
www.jornalhoje.com.br

   



O que Deus está falando através dos últimos acontecimentos?

Deus fala e sua palavra expressa seus desejos, suas intenções ao homem. Houve a queda, mas Deus não abandonou sua criação. Ele preservou seu plano e ainda quer cumpri-lo com a cooperação do homem. Num sentido, Deus se limitou a usar o homem redimido em Cristo Jesus para reinar na terra. Para isso, ele expressa sua autoridade aos verdadeiramente submissos.

Deus fala sua palavra profética não para predizer o futuro, mas adapta seus planos de acordo com nossas reações a Ele. Não devemos centralizar nosso olhar nos acontecimentos em si, mas somos chamados a entrar no Espírito, a nos apresentar diante do trono (como João na ilha de Patmos) para perceber a intenção divina comunicada a nós através de palavras, símbolos e visões.

Ministrando a Deus no Espírito, somos inundados por sua presença e começamos a enxergar os acontecimentos sob a perspectiva divina, a pensar como Deus pensa diante da situação mundial; e assim podemos receber passos práticos para saber como viver nesses dias, de modo que cooperemos com o plano cósmico de Deus revelado na Bíblia.

Somos capazes de perceber o que Deus está falando agora através dos últimos acontecimentos? O que este ataque terrorista aos Estados Unidos significa profeticamente e em que isso contribui ou pode contribuir para o cumprimento do plano de Deus?

Nos últimos meses, temos intercedido pelo propósito de Deus e sentido que essa intercessão precisa ser intensificada, precisa se tornar diária e constante para recebermos as dores de parto, os gemidos do Espírito, para chorarmos as lágrimas de Deus pelo mundo e pela igreja. Deus não ama a igreja que está preocupada consigo mesma, com seus programas e sua própria prosperidade.

O peso de Deus é pelo mundo e Deus ama a igreja que ama o mundo.

Pela comunhão na Palavra, uns com os outros, e pela oração no Espírito, temos entendido que Israel é chave no plano de Deus. Os olhos do mundo inteiro estão sobre aquele pedacinho de terra, prometido a Abraão, conquistado com muita luta e lágrimas pelos patriarcas, tirado muitas vezes do povo por causa de sua idolatria e pecado, e restaurado outras vezes após o fim dos cativeiros.

Durante séculos, o povo judeu ficou disperso pelos quatro cantos do mundo até que no início do século XX começaram a voltar para sua terra. Continuaram a voltar durante a perseguição de Hitler aos judeus, na Segunda Guerra, quando ele declarou que a ´solução final´ era a destruição total dos judeus.

Mas em 1948 algo aconteceu que nunca aconteceu com nenhum outro povo na face da terra - Israel tornou-se outra vez uma nação, cumprindo as profecias bíblicas. De fato, Deus zela por sua palavra e ela não volta vazia. Em 1967, os árabes, inimigos do povo de Deus desde os tempos bíblicos, se uniram para lançar Israel no mar durante o que ficou conhecido como ´A Guerra dos Seis Dias´.

Mais uma vez, miraculosamente, o exército de Israel, bem inferior em números, como que encarnando a luta entre Davi e Golias, venceu os milhares de árabes, conquistando mais território e tomando posse de Jerusalém, a capital que Davi escolhera e cuja escolha Deus aprovara. Hoje judeus e árabes lutam pela posse de Jerusalém e pelo monte onde já esteve o templo do Senhor, mas onde agora se encontra uma mesquita mulçumana.

Em todos esses acontecimentos, Deus estava agindo paralelamente na igreja, enviando o Movimento Chuva Serôdia em 1948, e o Movimento Carismático na Igreja Católica em 1967, provando que de fato Israel é o relógio de Deus.

Vemos na Palavra que faz parte do plano de Deus formar um só corpo, uma só igreja, com os judeus e os gentios. Paulo disse que este é o mistério, judeus e gentios fazendo parte do mesmo corpo. Essa união formará a igreja gloriosa que introduzirá a vinda de Cristo e o reino de Deus na terra.

E o que esse maior ataque terrorista da história tem a ver com Israel? Mais uma vez a raiz de tudo isso é o ódio dos árabes a Israel. O próprio governante do Irã expressou publicamente sua consternação pelo ato terrorista mas acrescentou que o culpado de tudo isso é Israel e que se essa nação fosse destruída haveria paz na terra e nada disso teria acontecido.

Os terroristas árabes consideram os EUA o império do mal, satânico, que além de promover a pornografia e a luxúria, protege seu maior inimigo, a nação de Israel. É a velha luta entre Ismael e Isaque. Mas esta terra foi prometida a Abraão e Deus disse que ´em Isaque´ seria levantado um povo que habitaria na terra e abençoaria todas as nações. Através de Abraão, Isaque e Jacó, Deus levantou seu povo escolhido e através deste povo deu à luz duas coisas: um homem e um livro.

Esse homem é Jesus, nosso salvador e redentor, e esse livro é a Bíblia, sua palavra escrita, escrita por autores judeus. O homem, mais o livro, mais o Espírito Santo, deu origem à igreja de Atos, cujo fundamento foram os apóstolos judeus com revelação de que esse homem era Jesus, o Filho de Deus. Essa igreja judaica foi perseguida e levou o evangelho para todos os confins da terra.

Deus levantou um apóstolo judeu, Paulo, que levou a revelação do mistério aos gentios, e assim tivemos acesso, pelo Espírito Santo, à bênção de Abraão. Mas o plano de Deus não parou aí. Se a rejeição dos judeus a Jesus redundou em grande riqueza para o mundo, e o seu abatimento em riqueza para os gentios, quanto mais a sua plenitude, à sua restauração ao corpo de Cristo (Rm 11.12). Romanos 11 diz que o endurecimento de Israel não será para sempre, mas que na plenitude dos tempos dos gentios todo o Israel (natural e espiritual) será salvo (vv. 25,26).

Há uma profecia na Bíblia que diz que no fim Israel ficará só, sem o apoio de nenhuma outra nação (Zc 12.3). Nesse tempo, ele se voltará a Deus e clamará por salvação. Diante dos acontecimentos atuais, começamos a indagar se o quadro para o cumprimento dessa profecia não está se formando? Até quando as nações, lideradas pelos Estados Unidos, vão querer correr o risco de enfrentar um inimigo tão imprevisível como os terroristas mulçumanos, cujos ataques não são possíveis de serem defendidos pelo melhor sistema de defesa militar?

Vamos falar sinceramente, nenhum poderio militar é capaz de vencer um bando de fanáticos que estão dispostos a dar a própria vida por sua causa. Quem não tem medo de morrer, vence tudo. Isso é um alerta para nós cristãos. Num sentido, eles são mais convertidos à sua causa do que nós cristãos que ficamos divididos entre servir a Deus e às riquezas do mundo. Estariam os cristãos dispostos a deixar tudo por amor a Deus como esses árabes estão dispostos a morrer pela causa muçulmana?

Estaria, então, para chegar o tempo quando todas as nações desampararão Israel em troca de uma paz mundial falsa? Muitos cristãos estão indagando também se este ataque terrorista não seria o início da queda de Babilônia descrita em Apocalipse 18. Realmente, essa passagem descreve de maneira vívida o que aconteceu em Nova York, o centro mundial de comércio, ´em um só dia´: fala de morte, pranto, fogo, lamentação dos mercadores da terra porque já ninguém compra sua mercadoria.

Mas o livro de Apocalipse descreve também várias cenas impressionantes de adoração antes das cenas de juízo sobre a terra. É hora de os cristãos receberem visão profética do plano cósmico de Deus e priorizar uma vida de intercessão e ministração ao Senhor para ver a porta do céu aberta (como João na ilha de Patmos) e saber como orar com entendimento pelos acontecimentos da história, segundo a visão e concepção divina.

Intercessão no Espírito, altos louvores e adoração diante do trono precisam ser intensificados nestes dias. Para isso, Deus vai querer pessoas totalmente descentralizadas de si mesmas para chorar as lágrimas do Senhor pelo mundo e pela igreja.

Salmo 149 diz: ´Nos seus lábios estejam os altos louvores de Deus, nas suas mãos, espada de dois gumes, para exercer vingança entre as nações e castigo sobre os povos; para meter os seus reis em cadeias e os seus nobres, em grilhões de ferro; para executar contra eles a sentença escrita, o que será honra para todos os seus santos. Aleluia!´.

Após períodos intensos de intercessão, é possível entrar em altos louvores que vão liberar o juízo de Deus sobre a terra. Esses versículos não estão falando só sobre reis e príncipes terrenos, mas sobre potestades. Só podemos vencê-las se houver altos louvores. A palavra profética começa com louvores e termina com a sentença escrita de Deus. É uma obra do Espírito.

As nações estão cheias de ímpios e de injustiça. Há os ricos e os altos escalões do governo com corrupção, desviando verbas, enquanto a miséria e pobreza imperam nas favelas. O povo no nordeste carrega um jarro de água na cabeça, água trazida de grande distância, enquanto os políticos usam as verbas para a seca para furarem seus próprios poços em suas grandes fazendas.Eles não vão ficar impunes. Os grandes políticos vão receber juízo, não vão escapar. Se eles estão seguindo Satanás, vão sofrer a sentença junto com ele no lago de fogo.

Imagine toda a regalia do senado, aumentando seu próprio salário para trabalhar três dias na semana, enquanto o povo está faminto e sem emprego. Os ímpios vão pagar o preço. O salmo diz que vai ter acerto, a justiça do Senhor virá sobre a terra. Estamos num grande drama e o povo de Deus está chamado para participar disso com intercessão e altos louvores.

Algumas vezes na história isso já tem acontecido. No Dia D, na Segunda Guerra Mundial, houve grande preparação por parte dos aliados para invadir a Europa e atacar Hitler - por terra e por ar. Mas havia também um grupo de pessoas orando e intercedendo. E houve vitória em oração no meio da batalha.

Deus está juntando pessoas. Onde estão os sacerdotes, onde está a assembléia solene de Joel 2? Onde estão os ministros do altar, os jovens, os velhos e as crianças para chorar diante de Deus pela situação do mundo, para entrar em intercessão e em altos louvores e adoração que vão liberar o juízo de Deus sobre a terra?

Deus não conta com equipamentos ou número de pessoas. Ele quer pessoas quebrantadas, chorando as lágrimas de Deus. Haverá a volta de Jesus, Deus vai executar justiça, a manifestação dos filhos de Deus vai libertar a criação do cativeiro. O preço a pagar não é nada em comparação ao alvo.

Como os terroristas árabes dão tudo por sua causa, os verdadeiros adoradores e intercessores precisam enxergar o plano de Deus e dar tudo para cooperar com ele. Vai haver intercessão com lágrimas e para quem quer só Jesus vai haver luta e perseguição. Vai haver inimigos, mas a obra é de Deus e não precisa ficar preocupado com calúnias. Vai haver oposição e desentendimento entre os próprios crentes.

Afinal, quem crucificou Jesus foram os próprios crentes da época, os fariseus e os religiosos. Vai haver separação entre o joio e o trigo. Os anjos vão nos apoiar na intercessão, e Jesus vai ministrar. Haverá choro e compaixão. Afinal, lágrimas são orações líqüidas e amor sem palavras. Estamos exortando os cristãos para entrarem nisso porque vale a pena. Há tantos dons e talentos escondidos que têm capacidade tremenda para louvar a Deus, e estão presos porque querem seus planos e sucesso financeiro.

Mas Deus está fazendo algo brotar. Crianças vão participar disso.Vão revelar seus pecados ocultos - haverá genuíno arrependimento. Estamos sendo preparados para gemer os gemidos inexprimíveis do Espírito Santo e para chorar as lágrimas do Senhor; e isso exige caráter e santidade. Exaltação e esforço carnal não são permitidos. Deus está preparando um exército cujo cargo é gemer e se apresentar diante de Deus, como na assembléia solene de Joel 2, e entrar em verdadeira adoração como o livro de Apocalipse descreve. Intercessão e adoração que liberam a ação e o juízo de Deus na terra.




Publicado em: 11/9/2003

Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

 

 

 

  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 16044



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--